Projeto do Banco Mundial modernizará a gestão financeira no estado do Amazonas

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Financiamento, no valor de 216 milhões de dólares, também apoiará as iniciativas de redução da violência e de promoção da igualdade de gênero na região.

 No estado do Amazonas, quase metade de seus 3,6 milhões de habitantes vive abaixo da linha de pobreza. Flickr/Fernando Stankuns

No estado do Amazonas, quase metade de seus 3,6 milhões de habitantes vive abaixo da linha de pobreza. Flickr/Fernando Stankuns

O aumento da eficiência na oferta de serviços públicos por meio da modernização da gestão financeira do estado do Amazonas é o principal objetivo do Empréstimo para Políticas de Desenvolvimento (DPL), aprovado em maio pelo Banco Mundial. O financiamento no valor de 216 milhões de dólares também apoiará as iniciativas de redução da violência e de promoção da igualdade de gênero na região.

No estado, quase metade dos 3,6 milhões de habitantes vive abaixo da linha de pobreza (41,7%) e 24,5% deles se deparam com a extrema carência, o que torna o Amazonas o quarto estado mais pobre do País.

No anúncio da iniciativa, a diretora do Banco Mundial no Brasil, Deborah L. Wetzel, afirmou que “a melhoria da gestão financeira do estado é essencial para produzir uma resposta mais eficaz ao desafio de acabar com a violência e oferecer uma melhor qualidade de vida aos cidadãos e cidadãs do Amazonas”.

Para o governador do estado, José Melo, trata-se de “projeto complementar às nossas iniciativas já existentes, uma vez que ele vai abrir novos caminhos para alcançar a eficiência fiscal e de serviços”.


Comente

comentários