ONU seleciona artigos sobre direitos humanos

14 de junho de 2011 · Comunicados
Tamanho da fonte: Aumentar o tamanho da letraDiminuir o tamanho da letra


Share

Trabalhos escolhidos serão apresentados em conferência internacional do PNUD e do UNICEF na capital da República Dominicana, em outubro

Pesquisadores e acadêmicos com trabalhos concluídos ou em andamento sobre metodologia e assuntos conceituais das áreas de desenvolvimento humano e direitos humanos podem submeter, até 15 de julho, seus artigos para serem apresentados numa conferência do PNUD e do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

A “Conferência Internacional sobre Desenvolvimento Humano e Direitos Humanos: 20 anos de avanços e desafios para a infância e a juventude. Agência e participação para a igualdade” será realizada entre 24 e 25 de outubro em Santo Domingo, capital da República Dominicana. Estudiosos ligados a universidades, organizações não governamentais ou centros de pesquisa podem enviar um resumo do trabalho (250 a 300 palavras), em espanhol ou inglês, para Michela Darodda, por meio do e-mail michela.darodda@undp.org.

O resultado da seleção sai em 30 de julho; o texto integral dos trabalhos escolhidos deve ser encaminhado aos organizadores até 30 de setembro. Se seu artigo for selecionado, o pesquisador terá 25 minutos para mostrar seu trabalho ao público, num total de 30 minutos de apresentação.

Entre os temas debatidos na conferência estarão como os direitos humanos e a abordagem de desenvolvimento humano compreendem a juventude e a participação das crianças, como medir igualdade nesses grupos, e quais as boas práticas na elaboração de políticas envolvendo essa questão.

Haverá também discussão sobre os benefícios e desafios da integração dos enfoques de direitos humanos e desenvolvimento humano, e sua utilidade para elaborar melhores políticas voltados ao bem-estar na infância e juventude. “O debate focará na participação no protagonismo [“agência”] de crianças e jovens, examinando sua relação com a redução das desigualdades”, indica o texto de apresentação da conferência.

Mesmo quem não tiver o trabalho selecionado pode participar, desde que se cadastre até 15 de setembro (a taxa de inscrição é de US$ 100). “É uma boa oportunidade para trocar experiências no âmbito internacional, pois se trata de um fórum amplo para debater os direitos humanos”, afirma Moema Freire, oficial de programa do PNUD Brasil.

Projetos em direitos humanos

O PNUD Brasil apoia três projetos na área de direitos humanos, explica Moema. Um deles, o BRA/07/019, tem como plataforma “Direitos Humanos para Todos: reestruturando a SDH (Secretaria de Direitos Humanos) para trabalhar com novos temas”. A ideia é ajudar a secretaria a atuar nas seguintes áreas temáticas: combate à homofobia, direitos do idoso, diversidade religiosa, mediação de conflitos e registro civil.

Já o projeto BRA/10/007 valoriza boas práticas na implantação dos Sistemas de Informação para a Infância e Adolescência (SIPIA), Conselho Tutelar e SIPIA SINASE (Sistema Nacional de Acompanhamento de Medidas Socioeducativas). O objetivo é disseminar capacidades por meio da gestão e do compartilhamento de redes junto aos estados e municípios brasileiros.

O BRA/11/003 versa sobre Informações em Direitos Humanos: Identificando potenciais e construindo indicadores. A iniciativa, parceria do PNUD com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), quer desenvolver um marco nacional de informações e indicadores de direitos humanos.

(da PrimaPagina)


Comentários

6 comentários para “ONU seleciona artigos sobre direitos humanos”

  1. antonio cavalcante lucena rei lucena em 14 de junho de 2011 às 1:22 pm

    Em teometria já que iniciamos com números e sem a mínima intenção de representar as palavras podemos dizer que é um sistema ou método de (matematiquização) que fortalece a inteligencia, memória, lógica, portanto educa pelo exercício diário. não permitindo que a imaginação sem controle da lógica construa usinas e arsenais atômicos; A fome mundial não seria erradicada com poesias e sim com mais números, porem os poetas torna a fome menos trágica colorindo uma foto preto e branco com coloridos matizes que mudam a realidade, que vivam os artistas.Seria bom com urgência que procurem as pessoas certas se querem mesmo erradicar a fome, a fome esta se tornando eterna, porque exatamente as pessoas que falam em erradicar são as mesmas que a produzem, vejam que estas pessoas a cada dia se tornam mais ricas de ouro por ser totalmente miseráveis, entre os bárbaros matar de fome até uma nação não constitui um crime. obrigado rei lucena

  2. Antonio cavalcante lucena rei lucena em 1 de outubro de 2011 às 9:30 pm

    O salário mínimo brasileiro é um verdadeiro acinte a criatura humana, é algo totalmente contrário aos direitos humanos porque anula o cidadão inutilizando já que não lhes permite usufruir das coisas mais simples inerente aos humanos, não pode estudar, ler, comprar coisas fundamentais a sua existência, remédios terminam perdendo a dignidade e entram nas drogas o crime, o que deixa claro que os que governam são despreparados já que não conseguem ver uma solução tão simples por ser uma conquista tão antiga o que seria o antídoto da fome, da miséria o diminuir dividindo, para que seja possível somar e multiplicar o bolo econômico, de onde fica claro que os economistas não são matemáticos, vejam a crise mundial somente somam e multiplicam se jamais diminuir dividindo, levam a humanidade a fome e não tem a quem vender os seus produtos, a crise mundial tem nome ignoram a matemática, obrigado rei lucena.

  3. Antonio cavalcante lucena rei lucena em 5 de outubro de 2011 às 1:15 am

    “A realidade é mais fantástica do que a ficção” por que a mentira quando dita com seriedade ao longo do tempo se torna uma verdade absoluta, que foi o caso do Francês Champolliom vejam que qualquer pessoa alfabetizado pode construir um alfabeto, e ele como estava com data marcada para ser enforcado, é claro que não teve outra alternativa retirou das sagradas inscrições alguns sinais disse que se tratava de um alfabeto, só que até hoje não se prova que um abutre seja a letra A do tal alfabeto que disse ser dos Egípcios, se fosse mesmo é claro que estaria nas paredes, nas galerias, nos papiros nos lugares mais vistos, pela importância da alfabetização, como acontece aqui no Brasil o alfabeto Português é uma das coisas mais conhecidas, logo não poderia ser diferente no Egito, é o que deixa claro que o alfabeto é uma invenção do Champolliom, mesmo porque as letras já existiam a milhares de anos com a função específica de representar graficamente o cosmos, vejam a cerâmica marajoara onde se encontra todas as letras usadas em alfabetos, uma ciência que não se prova não é ciência, as sagradas inscrições nasceu com a função de evitar a extinção já que nos previne que os mares, os desertos, as selvas não são fixos, que existe períodos de maremotos terremotos são coisas cíclicas, vejam que grande parte do Egito esta submersa sob as águas do Mediterrânio, no que prova que aconteceu um grande maremoto e terremoto no Egito, é lamentável que não só os Egípcios mais todos os povos da terra esteja impedido de saber o que esta escrito nos diversos sítios arqueológicos da terra porque os arqueólogos supõe que seja um alfabeto, é por ser algo contrário aos direitos humanos peço a O N U que se for possível o meu asilo científico em outro país, onde possa ensinar as sagradas inscrições obrigado rei lucena

  4. Antonio cavalcante lucena rei lucena em 6 de outubro de 2011 às 11:45 am

    É verdadeira a afirmação que o universo esteja em expansão, porem tudo que expande se contrai é a lei cósmica, em tudo o macro cosmos é igual ao micro cosmos o que difere são as escalas, no micro cosmos o coração humano se expande se contrai, são explosões que faz ruido grave, são explosões magnéticas por isso mesmo os seres humanos não morrem por isso, da mesma forma é no macro a semelhança de um motor de oito cilindros quando quatro bielas sobem quatro descem, são oito galáxias quando quatro sobem acontecem as explosões magnéticas, quatro desce em tudo semelhante ao coração humano, e vejam que os seres humanos são conectados ao cosmos queiram ou não, e com isso não podem inventar nada que não esteja ligado ao cosmos o motor a explosão, são oito células em cada cubo no tecido do micro, são oito galáxias ou macro células do tecido macro, o prêmio Nobel deste ano eu intendo que seja premiado quem estuda sem qualquer tipo de preconceito, mesmo que seja ficção científica, ou mesmo exoterismo, foi muito bem merecido como sempre, ciência quando não é provada matematicamente, não é ciência, obrigado rei lucena

  5. Antonio cavalcante lucena rei lucena em 14 de outubro de 2011 às 6:55 pm

    Uma das coisas que prova que os mares não são fixos nos lugares que estamos acostumados a ver, é o fato de grande parte da cidade do Egito esta submersa sob as águas do Mediterrâneo, logo quando foi construído não existia o Mediterrâneo é claro, portanto o Egito é muito mais antigo do que pensam os arqueólogos, porque os mares segundo as sagradas inscrições (hieróglifos) avançam e recuam desde os tempos que não existia a flora muito menos a fauna, o choque dos mares com o Egito aconteceu a 48000 anos atrás e passou 24000 anos submerso, foi quando aconteceu o êxodo na direção da Índia, o Egito tem 24000 que esta a mostra o máximo 10% da cidade vejam que grande parte esta submersa notem o estado que se encontra as peças artísticas a maioria esta danificada existe as marcas dos mares e altura que estava na pirâmide de Quefrem todas as pirâmides mostra a erosão provocada pelos 24000 anos que passou submerso, com certeza absoluta O Champollion foi enganado pelos Gregos e Romanos que existe um texto dos próprios na pedra de roseta exatamente para nos lembrar que as letras já existiam e que foram retiradas das sagradas inscrições, tanto no alfabeto Kópita quanto dos Idiomas Latinos, se me permitissem mostrar na Brasil os meus estudos com certeza evitaria uma tragédia maior, pois construímos nos caminhos dos mares, os mares já estão se locomovendo, e todos vão tocando a vida como se nada de anormal venha acontecer obrigado rei lucena

  6. Antonio lucena rei lucena em 13 de maio de 2012 às 11:26 am

    Em tempo, devido a estas agressões, entre outras, é que peço aos senhores diretores da O N U que vejam a possibilidade de ter o pêmio de sair do Brasil, peço abrigo científico em outro país, que estudem também os Hieróglifos, e as demais inscrições dos demais povos de então. Antecipadamente agradeço antonio lucena rei lucena.

Deixe seu comentário








  • Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014

    Campanha O Valente não é Violento
    Una-se pelo fim da violência contra as mulheres


    Meu Mundo: participe!

    Qual a sua prioridade?



    ONU e o Sudão do Sul

    ONU e a República Centro-Africana (RCA)

    ONU e a Síria




    Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) para a Europa Ocidental
    Clique aqui para acessar todas as campanhas e atividades da ONU Clique aqui para acessar todas a agenda da ONU e as datas internacionais