ONU seleciona artigos sobre direitos humanos

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Trabalhos escolhidos serão apresentados em conferência internacional do PNUD e do UNICEF na capital da República Dominicana, em outubro

Trabalhos escolhidos serão apresentados em conferência internacional do PNUD e do UNICEF na capital da República Dominicana, em outubro

Pesquisadores e acadêmicos com trabalhos concluídos ou em andamento sobre metodologia e assuntos conceituais das áreas de desenvolvimento humano e direitos humanos podem submeter, até 15 de julho, seus artigos para serem apresentados numa conferência do PNUD e do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

A “Conferência Internacional sobre Desenvolvimento Humano e Direitos Humanos: 20 anos de avanços e desafios para a infância e a juventude. Agência e participação para a igualdade” será realizada entre 24 e 25 de outubro em Santo Domingo, capital da República Dominicana. Estudiosos ligados a universidades, organizações não governamentais ou centros de pesquisa podem enviar um resumo do trabalho (250 a 300 palavras), em espanhol ou inglês, para Michela Darodda, por meio do e-mail michela.darodda@undp.org.

O resultado da seleção sai em 30 de julho; o texto integral dos trabalhos escolhidos deve ser encaminhado aos organizadores até 30 de setembro. Se seu artigo for selecionado, o pesquisador terá 25 minutos para mostrar seu trabalho ao público, num total de 30 minutos de apresentação.

Entre os temas debatidos na conferência estarão como os direitos humanos e a abordagem de desenvolvimento humano compreendem a juventude e a participação das crianças, como medir igualdade nesses grupos, e quais as boas práticas na elaboração de políticas envolvendo essa questão.

Haverá também discussão sobre os benefícios e desafios da integração dos enfoques de direitos humanos e desenvolvimento humano, e sua utilidade para elaborar melhores políticas voltados ao bem-estar na infância e juventude. “O debate focará na participação no protagonismo [“agência”] de crianças e jovens, examinando sua relação com a redução das desigualdades”, indica o texto de apresentação da conferência.

Mesmo quem não tiver o trabalho selecionado pode participar, desde que se cadastre até 15 de setembro (a taxa de inscrição é de US$ 100). “É uma boa oportunidade para trocar experiências no âmbito internacional, pois se trata de um fórum amplo para debater os direitos humanos”, afirma Moema Freire, oficial de programa do PNUD Brasil.

Projetos em direitos humanos

O PNUD Brasil apoia três projetos na área de direitos humanos, explica Moema. Um deles, o BRA/07/019, tem como plataforma “Direitos Humanos para Todos: reestruturando a SDH (Secretaria de Direitos Humanos) para trabalhar com novos temas”. A ideia é ajudar a secretaria a atuar nas seguintes áreas temáticas: combate à homofobia, direitos do idoso, diversidade religiosa, mediação de conflitos e registro civil.

Já o projeto BRA/10/007 valoriza boas práticas na implantação dos Sistemas de Informação para a Infância e Adolescência (SIPIA), Conselho Tutelar e SIPIA SINASE (Sistema Nacional de Acompanhamento de Medidas Socioeducativas). O objetivo é disseminar capacidades por meio da gestão e do compartilhamento de redes junto aos estados e municípios brasileiros.

O BRA/11/003 versa sobre Informações em Direitos Humanos: Identificando potenciais e construindo indicadores. A iniciativa, parceria do PNUD com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), quer desenvolver um marco nacional de informações e indicadores de direitos humanos.

(da PrimaPagina)


Comente

comentários