CEPAL

Tamanho da fonte: Aumentar o tamanho da letraDiminuir o tamanho da letra
Share

Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); clique na imagem para acessar o siteComissão Econômica para a América Latina e o Caribe

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) é uma das cinco comissões regionais da ONU, que tem como mandato o estudo e a promoção de políticas para o desenvolvimento de sua região, especialmente estimulando a cooperação entre os seus países e o resto do mundo, funcionando como um centro de excelência de altos estudos. Os países requerem um organismo com a capacidade de compilar informação, analisá-la e fazer recomendações.

Deste 1948 a CEPAL contribui para o debate da economia e da sociedade latino-americana e caribenha, apresentando alertas, ideias e propostas de políticas públicas. Além de identificar características estruturais que nos distinguem de outras regiões ou de diferentes trajetórias de desenvolvimento, a CEPAL sempre apontou para os desafios contra a desigualdade, para a luta contra a pobreza, para o fomento à democracia, justiça e paz e para as opções de inserção na economia mundial.

As publicações estatísticas e a análise da CEPAL não somente proveem informação sobre a região e/ou sobre um país determinado, mas também permitem fazer comparações entre diferentes períodos e países.

O Brasil, pelo seu território, população e participação na economia da América Latina, foi e permanece sendo uma das principais fontes e tema de análise dos relatórios e estudos da CEPAL.

A presença da CEPAL no Brasil teve início com um acordo de colaboração entre a CEPAL e o BNDES, em outubro de 1952, quando foi criado o Grupo Misto de Estudos CEPAL/BNDES, que se propunha a avaliar o ritmo de crescimento do país e traçar programas de desenvolvimento para um período de dez anos, bem como realizar cursos de capacitação técnica.

Em setembro de 1960 foi instalado o Centro de Desenvolvimento Econômico CEPAL/BNDES no Rio de Janeiro, considerado a primeira representação formal da CEPAL no Brasil. Na segunda metade da década de 60 houve desvinculação do programa ao BNDES e, em 1968, foi instalado, ainda no Rio de Janeiro, o Escritório Regional CEPAL/ILPES no Brasil. O Escritório foi transferido para Brasília em 1978, a partir de um acordo entre a CEPAL, o governo brasileiro e o IPEA.

Desde então, o Escritório da CEPAL no Brasil tem mantido, além do acordo com o IPEA, acordos com diversos organismos da administração federal para cooperação técnica, analisando as transformações na economia brasileira, prestando assistência técnica, realizando pesquisas, treinamento de recursos humanos, organização de seminários, intercâmbio de técnicos, bem como apoio a estados e municípios, entidades de classe e universidades. Além desses, outros acordos com agências de cooperação e governos de outros países têm possibilitado a realização de diversos projetos.

O Escritório divulga também os cursos oferecidos pelo Sistema CEPAL em sua sede no Chile, e em outros países; coordena a realização de cursos de capacitação técnica e treinamento oferecidos no Brasil pela CEPAL e dissemina informações sobre as atividades e publicações do Sistema CEPAL. O Escritório prepara regularmente o Boletim Estatístico da Economia Brasileira, editado em português, inglês e espanhol, com informações sistematizadas, que é enviado a um grande número de interessados, tanto no Brasil como no exterior. Atua, ainda, como ponto de venda e distribuição, em sua Biblioteca, dos trabalhos publicados pela Instituição.

O atual Diretor do Escritório da CEPAL no Brasil é o brasileiro Carlos Henrique Fialho Mussi.

Mais informações sobre a CEPAL no Brasil

Endereço SBS – Edifício BNDES, 17º andar
CEP 70.076-900 – Brasília, DF, Brasil

Telefone (61) 3321-3232 ou (61) 3321-5494

E-mail pulcheria.graziani@cepal.org

Site www.cepal.org/brasil

Twitter www.twitter.com/cepal_onu

Facebook www.facebook.com/cepal.onu

YouTube www.youtube.com/cepalonu

Flickr www.flickr.com/cepal












  • Site especial sobre Direitos Humanos

    Segurança de Jornalistas

    Meu Mundo: participe!

    Qual a sua prioridade?



    Campanha Livres & Iguais -- Por direitos e igualdade LGBT!


    Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014

    Campanha O Valente não é Violento
    Una-se pelo fim da violência contra as mulheres


    ONU e o Sudão do Sul

    ONU e a Síria




    Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) para a Europa Ocidental
    Clique aqui para acessar todas as campanhas e atividades da ONU Clique aqui para acessar todas a agenda da ONU e as datas internacionais