O que você precisa saber sobre a fome em 2012

O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA) preparou uma lista com dez fatos essenciais para entender por que a fome é o maior problema solucionável que o mundo enfrenta hoje.

4 de Janeiro de 2012 · Destaque
Tamanho da fonte: Aumentar o tamanho da letraDiminuir o tamanho da letra


Share

Quantas pessoas passam fome no mundo e onde a maioria delas vive? Quais são os efeitos da desnutrição sobre  a mente e o corpo e o que podemos fazer para ajudar essas pessoas? O Programa Mundial de Alimentos (PMA) preparou uma lista com dez fatos essenciais para entender por que a fome é o maior problema solucionável que o mundo enfrenta hoje.

1. Aproximadamente 925 milhões de pessoas no mundo não comem o suficiente para serem consideradas saudáveis. Isso significa que uma em cada sete pessoas no planeta vai para a cama com fome todas as noites. (Fonte: FAO, 2012)

2. Embora o número de pessoas com fome tenha aumentado, na comparação com o percentual da população mundial, a fome na verdade caiu de 37% da população em 1969 para pouco mais de 16% da população em 2010. (Fonte: FAO, 2010)

3. Bem mais que a metade dos famintos do mundo – cerca de 578 milhões de pessoas – vivem na Ásia e na região do Pacífico. A África responde por pouco mais de um quarto da população com fome do mundo. (Fonte: FAO, O Estado da Insegurança Alimentar no Mundo, 2010)

4. A fome é o número um na lista dos 10 maiores riscos para a saúde. Ela mata mais pessoas anualmente do que AIDS, malária e tuberculose juntas. (Fonte: UNAIDS, Relatório Global de 2010; OMS, Fome no mundo e Estatística Pobreza, 2011).

5. Um terço das mortes entre crianças menores de cinco anos de idade nos países em desenvolvimento estão ligadas à desnutrição. (Fonte: UNICEF, Relatório sobre Nutrição Infantil, 2006)

6. Os primeiros 1.000 dias da vida de uma criança, desde a gravidez até os dois anos de idade, são a janela crítica para combater a desnutrição. Uma dieta adequada neste período pode protegê-las contra o crescimento reduzido, consequência da desnutrição. (Fonte: Comitê Permanente da ONU sobre Nutrição, 2009)

7. Custa apenas 25 centavos de dólar por dia alimentar uma criança com todas as vitaminas e os nutrientes de que ela precisa para crescer saudável. (Fonte: PMA, 2011)

8. Mães desnutridas muitas vezes dão à luz bebês abaixo do peso. Essas crianças tem 20% mais probabilidade de morrer antes dos cinco anos de idade. Cerca de 17 milhões de crianças nascem abaixo do peso a cada ano. (Fonte: UNICEF, Um Mundo para as Crianças, 2007)

9. Em 2050, as alterações climáticas e os padrões climáticos irregulares levarão mais de 24 milhões de crianças à fome. Quase metade dessas crianças vivem na África Subsaariana. (Fonte: PMA, Mudanças Climáticas e Combate à Fome: Respondendo ao Desafio, 2009)

10. A fome é o único grande problema solucionável que o mundo enfrenta hoje. Aqui estão oito estratégias eficazes de combate à fome.

Oito exemplos de ajuda efetiva no combate à fome

Da merenda escolar até os vales-refeição, aqui estão oito exemplos de ajuda que a experiência do Programa Mundial de Alimentos (PMA) tem demonstrado ser eficaz.

1. Alimentação escolar ajuda no aprendizado das crianças
O fornecimento de refeições gratuitas para as crianças na escola significa dar a comida que necessitam para se concentrar em sala de aula. Isso também contribui para que elas permaneçam na escola e obtenham a educação necessária para escapar da pobreza e da fome. Conheça Vera em Cabo Verde, clicando aqui.

2. Cestas de alimentos para uso doméstico mantém as meninas na escola
Doar cestas de arroz ou óleo para meninas que frequentam a escola é um incentivo para que os pais orientem suas filhas para o colégio, em vez de mantê-las em casa. Meninas educadas hoje significam famílias mais fortes no futuro. Conheça Ri Srei Net no Camboja, clicando aqui.

3. Treinamento para a autonomia das mulheres
Ao dar cestas alimentares para mulheres pobres em troca de cursos de formação em jardinagem, apicultura ou de outras competências, garante-se um meio para que elas se sustentem e ajudem suas famílias ao longo dos anos. Conheça Famiya na República Democrática do Congo, clicando aqui.

4.  Mães bens alimentadas significam bebês saudáveis
Ao fornecer o tipo certo de nutrientes e alimentos para as mulheres durante a gravidez ou a amamentação de seus filhos são dados os nutrientes necessários para desenvolver mentes e corpos saudáveis. Conheça Sadak na Somália, clicando aqui.

5. Alimentos nutritivos ajudam a combater a AIDS
Pessoas que vivem com HIV precisam de muita energia e nutrientes de modo que seus corpos possam combater o vírus e absorver os medicamentos antirretrovirais. Conheça Dora na Bolívia, clicando aqui.

6. Vales permitem que cidadãos com fome tenham acesso a comida
Quando há comida nos mercados, mas as pessoas pobres simplesmente não conseguem pagar por ela, então os vales-refeição podem ajudar a garantir às famílias vulneráveis acesso aos alimentos. Essas pessoas também ajudam a sustentar a economia local. Conheça Balqisa no Afeganistão, clicando aqui.

7. A ajuda alimentar salva vidas após desastres
O fornecimento de rações alimentares de emergência após um terremoto ou uma inundação pode salvar milhares de vidas. Ele também pode manter as crianças livres da desnutrição, protegendo assim o seu desenvolvimento físico e mental. Veja galeria de fotos, clicando aqui.

8. Apoio aos agricultores fortalece as comunidades
Dar formação e apoio aos pequenos agricultores, ajudando-os a se conectar melhor aos mercados, auxilia as comunidades a desenvolver sistemas de produção de alimentos resilientes e capazes de resistir a choques ocasionais. Assista ao vídeo, clicando aqui.


Comentários

9 comentários para “O que você precisa saber sobre a fome em 2012”

  1. leila em 23 de Janeiro de 2012 às 11:29 pm

    ola todos falao da fome ne .pois eu aprendi que pode se desidratar legumes frutas e varios tipos de alimento dando assim mais tempo de vida util a eles.com uma grande vantagem que estes alimentos concentarm grande quantidades de vitaminas e proteinas e sais minerais ,foi desenvolvida uma farinha com tres tipos de legumes que adicionado uma pequena porçao em outro alimento ,de valor nutricional baixo enriquece o alimento que foi testado em crianças com baixo peso e em idosos com desnutriçao e tendo resultados enteresantes .eu trabalhei com uma ong nao muito seria que usa para beneficios propios. mais forao 4 anos de esperiencias bem sucedida .pena que nem todos querem realmente fazer algo pois o processo e muito simples .

  2. josiane Rempel em 29 de Agosto de 2012 às 8:45 am

    Olá pessoal eu aprendi que a fome no Brasil esta muito crítica, e no entanto precisamos fazer alguma coisa temos que ajudar estas pessoas que estão passando por dificuldades devemos começar mudando desde já no nosso bairro, na nossa cidade…Precisamos resolver este problema que esta cada vez mais atingindo a população brasileira.

  3. Nìcoòolyh em 8 de Outubro de 2012 às 9:01 pm

    gostei mto do texto e pesso a Deus para guardar, proteger, cuidar, dar de comer e de beber a todos porque são todos povos dele! >.<

  4. magno em 26 de Outubro de 2012 às 11:53 am

    é complicado combater a fome com tanto gente ruim que existe.. O exemplo maior é o bolsa família, conheço varias pessoas que recebem o beneficio sem ter direito. Minha vizinha tem três casas de aluguél e dois carros e quando a mesma vai fazer o recadastramento tira todas as suas jóias de ouro.. O progama é muito falho!! Mais todos sabemos que Deus não dormi e que o fim do ladão é a condenação eterna

  5. karlinha em 22 de Novembro de 2012 às 7:03 pm

    amei o texto tem td q eu preciso

  6. Altamar em 10 de Janeiro de 2013 às 11:50 am

    Se voce sabe de alguém que se aproveita de algum programa destinado a ajudar os pobres, denuncie!!!!!!
    Magno disse que o programa é muito falho, DENUNCIE!

  7. Solidariedade vegana | Las Chicas Veggies em 5 de Agosto de 2013 às 10:12 pm
  8. Evandro carvalho em 17 de Dezembro de 2013 às 7:29 am

    Se a população mundial, de uma renda melhor se unir em um so proposito de ajudar essas pessoas necessitadas, o pouco de cada um se tornará muito diante daqueles q precisam de uma alimentação digna, e lamentavel q os nossos governantes não enchegam isso. Mas Deus um dia a de trazer juizo sobre eles. Deus abençoe vcs

  9. Zélia Almeida em 18 de Junho de 2014 às 12:56 am

    A fome é um produto da apropriação indevida de capital,e má distribuição de renda.
    Não suporto mais esta situação de fome e míséria do mundo .Estou escrevendo sobre isto.Há vinte anos publiquei o Mapa da Fome,elaborei políticas,conversei com o legislativo,foi Criado o Comite da Fome junto ao Gopverno do Estado.1994 Daí em diante nunca mais se falou em fome .nunca mais foi elaborado qualquer ação contra a fome e a miséria.E ela está presente em nosso meio,em todos os estados brasileiros.
    Que fazemos !!!!! Zélia Almeida

Deixe seu comentário










  • Jovens Negros contra o Racismo e pela Paz #DiadaJuventude #ONUeJovens

    Site especial sobre Direitos Humanos

    Segurança de Jornalistas

    Campanha Livres & Iguais -- Por direitos e igualdade LGBT!

    ONU e a Síria


    Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) para a Europa Ocidental
    Clique aqui para acessar todas as campanhas e atividades da ONU Clique aqui para acessar todas a agenda da ONU e as datas internacionais