Dia dos Direitos Humanos – 10 de dezembro

Tamanho da fonte: Aumentar o tamanho da letraDiminuir o tamanho da letra
Share

Dia dos Direitos Humanos 2012

O Dia dos Direitos Humanos apresenta uma oportunidade, a cada ano, de celebrar os direitos humanos, destacar um tema específico e promover o pleno respeito a todos os direitos humanos, por todos, em todos os lugares.

Este ano, o foco é sobre os direitos de todas as pessoas – mulheres, jovens, minorias, pessoas com deficiência, povos indígenas, os pobres e marginalizados – para fazer ouvir a sua voz na vida pública e para que ela seja incluída no processo de decisão política.

Estes direitos humanos – os direitos à liberdade de opinião e de expressão, de reunião pacífica e de associação, e de participar no governo (artigos 19, 20 e 21 da Declaração Universal dos Direitos Humanos) – têm estado no centro das mudanças históricas no mundo árabe nos últimos dois anos, em que milhões foram às ruas para exigir mudanças.

Em outras partes do mundo, os “99%” fizeram suas vozes serem ouvidas através do movimento global ‘Occupy’ (Ocupar, em inglês), que protestou contra a desigualdade econômica, política e social.

Faça a sua voz valer!

Compartilhe seus pensamentos sobre o direito de participar na vida pública e e no processo de tomada de decisões políticas, usando a hashtag #VoiceCount no Twitter – o perfil oficial da ONU no Brasil (@ONUBrasil) irá retuitar mensagens selecionadas.

Faça parte de uma série de quatro “Google+ Hangouts”, entre 22 de novembro e 10 de dezembro, para se envolver com altos funcionários da ONU e destacados especialistas sobre os direitos das minorias, pessoas com deficiência, o impacto do negócio sobre os direitos humanos, entre outros temas. (saiba como participar em http://bit.ly/Tg0nUT)

Você também pode enviar as suas perguntas usando a hashtag #AskRights. Questões selecionadas serão respondidas pela Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, em um dos Hangouts no Google+.

Fique ligad@ para mais informações!

Eventos pelo mundo: clique aqui.

Todos os detalhes em www.onu.org.br/direitoshumanos

Mensagens e declarações

Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon

Mensagem do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, para o Dia dos Direitos Humanos – 10 de dezembro de 2012. (ONU//Mark Garten)

Apesar de alguns progressos no campo dos direitos humanos, “muitos grupos e pessoas enfrentam muitos obstáculos”, afirma o Secretário-Geral da ONU.

“As mulheres têm o direito de votar em quase toda parte, mas permanecem extremamente subrepresentadas nos parlamentos e processos de paz, em cargos do governo e salas de reuniões corporativas e em outros lugares de decisão.”

“Povos indígenas frequentemente são vítimas de discriminação que lhes nega a oportunidade de fazer pleno uso dos seus direitos garantidos ou que não leva em conta suas circunstâncias. Minorias étnicas e religiosas – bem como pessoas com deficiência ou com uma orientação sexual ou opinião política diferente – são muitas vezes impedidas de tomar parte em instituições-chave e processos. Instituições e o discurso público precisam representar as sociedades em toda a sua diversidade.”

“De modo mais geral, em várias partes do mundo, temos visto ameaças alarmantes para os ganhos duramente conquistados na governança democrática.”

Leia a mensagem na íntegra para o Dia em http://bit.ly/YUPwTD

Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay

Declaração da Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, para o Dia dos Direitos Humanos – 10 de dezembro de 2012. (ONU/Jean-Marc Ferré)

“(…) Todos os cidadãos devem ter o direito e a oportunidade de participar na gestão dos assuntos públicos, diretamente ou por intermédio de representantes livremente escolhidos. Toda pessoa tem o direito de votar e de ser votada, e de ter acesso ao serviço público, bem como à liberdade de expressão, reunião e associação. (…) Esses direitos deveriam se aplicar a todos. (…) Infelizmente, muitas pessoas não os têm.

(…) pode ser simplesmente porque os seus líderes estão tão focados em seu próprio apego ao poder e à riqueza que simplesmente não se importam com o que acontece com aquelas pessoas cujas vidas eles governam. Eles darão apenas o suficiente para manter as pessoas em silêncio e impedi-las de protestar. E se as pessoas são obstinadas e levantam a sua voz, eles vão prendê-las, torturá-las ou encontrar outras formas de distraí-las, silenciá-las ou fazê-las desaparecer.”

Leia na íntegra a declaração de Navi Pillay para o Dia: http://bit.ly/YJl0NN

Diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova

Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO (ONU/JC McIlwaine)

“Enquanto as pessoas são impedidas de exercer seus direitos básicos, a luta pela dignidade humana deve continuar. Devemos assegurar que as vozes que foram silenciadas sejam ouvidas – silenciadas porque são marginalizadas, sujeitas à discriminação, vivem em pobreza, não sabem ou não podem exercer seus direitos.

Novas tecnologias e mídias sociais oferecem à nova geração novos recursos para o diálogo, para a participação e a mobilização, e seu potencial deve ser aproveitado. Dar voz aos silenciados significa fornecer-lhes meios formais e genuínos de se fazer ouvir por meio de educação de qualidade para todos, acesso à cultura e livre fluxo de ideias em diálogo democrático – isso é o que a UNESCO busca alcançar.”

Leia na íntegra a mensagem de Irina Bokova para o Dia: http://bit.ly/TPbC3Z

Vídeos sobre o tema

Mensagem de Usain Bolt, Desmond Tutu, Jimmy Carter, Michel Platini e outros (em português e espanhol)

Um caminho para a dignidade: o poder da educação em direitos humanos

Signmark – Fazendo rap em silêncio pela igualdade

Europeus esquecidos

Para outros vídeos, clique aqui.












  • Campanha Livres & Iguais -- Por direitos e igualdade LGBT!


    Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014

    Campanha O Valente não é Violento
    Una-se pelo fim da violência contra as mulheres


    ONU e o Sudão do Sul

    ONU e a República Centro-Africana (RCA)

    ONU e a Síria




    Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) para a Europa Ocidental
    Clique aqui para acessar todas as campanhas e atividades da ONU Clique aqui para acessar todas a agenda da ONU e as datas internacionais