Crises no Níger e no Sahel mobilizam resposta humanitária das Nações Unidas

14 de setembro de 2012 · Notícias
Tamanho da fonte: Aumentar o tamanho da letraDiminuir o tamanho da letra


Share

Inundações no Níger já atingiram mais de 527 mil pessoas

A crise alimentar na região do Sahel, em razão da seca, e as seguidas inundações em Níger preocupam a ONU, que já providenciou ajuda humanitária às vítimas das regiões, segundo informou a Organização hoje (14) por meio de comunicados. No país africano, agências das Nações Unidas estão cedendo itens básico para a população, como cobertores, alimentos e mosquiteiros — as chuvas afetaram mais de 527 mil pessoas.

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) prestarão assistência em Tillabery, região do Níger onde 40% das casas e cabanas desapareceram com as inundações. O UNICEF e a Organização Mundial de Saúde (OMS) alertaram que as enchentes no país e na África Ocidental irão piorar a incidência de cólera nos locais.

Na região do Sahel, o PMA quer aumentar o auxílio de mantimentos para 10 milhões de pessoas. No mês de julho a agência afirmou que 6 milhões foram atendidas. No entanto, a ONU estima que cerca de 18 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar, por conta da seca, da instabilidade política em algumas áreas e dos preços inconstantes dos alimentos.


Comentários

Deixe seu comentário








  • Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014

    Campanha O Valente não é Violento
    Una-se pelo fim da violência contra as mulheres


    Meu Mundo: participe!

    Qual a sua prioridade?



    ONU e o Sudão do Sul

    ONU e a República Centro-Africana (RCA)

    ONU e a Síria




    Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) para a Europa Ocidental
    Clique aqui para acessar todas as campanhas e atividades da ONU Clique aqui para acessar todas a agenda da ONU e as datas internacionais