ACNUR promove encontro em Porto Alegre sobre emprego e renda para refugiados no Brasil

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

3ª Oficina sobre Trabalho e Emprego para Solicitantes de Refúgio e Refugiados ocorrerá nos próximos dias 16 e 17 de abril (segunda e terça-feira), em Porto Alegre.

Para promover a empregabilidade e a qualificação profissional dos refugiados e solicitantes de refúgio que vivem no Rio Grande do Sul, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realizam nos próximos dias 16 e 17 de abril (segunda e terça-feira), em Porto Alegre, a 3ª Oficina sobre Trabalho e Emprego para Solicitantes de Refúgio e Refugiados.

Aberto ao público, o evento tem o apoio da Associação Antônio Vieira (ASAV) e do Comitê Nacional para Refugiados (CONARE), do qual o ACNUR e o MTE são membros. A oficina acontecerá no auditório da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Rio Grande do Sul (Avenida Mauá, 1013, 10º andar, Porto Alegre, Centro), com abertura às 15hs desta segunda-feira (16/04).

O objetivo da oficina é identificar oportunidades de emprego e mecanismos que favoreçam a qualificação profissional, o microcrédito e o acesso desta população ao mercado de trabalho brasileiro. O evento contará com a participação de técnicos governamentais, sindicalistas, empresários, refugiados e especialistas em refúgio.

De acordo com dados do CONARE, o Brasil abriga cerca de 4.500 refugiados, de 77 nacionalidades diferentes. No Rio Grande do Sul vivem  cerca de 250 refugiados, a maioria de origem colombiana e palestina. Esta população é atendida pela Associação Antônio Vieira (ASAV), em 13 diferentes municípios do Estado.

Para mais informações:

Unidade de Informação Pública do ACNUR: (61) 3044.5744 / (61) 8187.0978

 


Comente

comentários